Share |

“É importante assegurar os direitos e bem estar dos animais”

O Bloco de Esquerda promoveu, na tarde desta segunda-feira, uma conferência de imprensa para abordar os direitos dos animais e divulgar as suas propostas no âmbito da discussão publica do projeto de Regulamento do Centro de Recolha Oficial do Concelho de Guimarães – CRO de Guimarães.

Sónia Ribeiro, deputada na Assembleia Municipal de Guimarães, afirma que “após a apresentação deste projeto de regulamento, ficam ainda muitas dúvidas por esclarecer”, nomeadamente “o que acontece aos animais que são recolhidos após atropelamento”. Para Sónia Ribeiro, “é importante assegurar os direitos e bem estar dos animais” e, por isso, propõe que o CRO disponibilize serviço de hospitalização, para que “aos animais feridos possa ser disponibilizado o tratamento necessário e não sejam recolhidos apenas para ser eutanasiados”.

Relativamente aos tratamentos, Sónia Ribeiro entende que o plano de vacinas previsto é insuficiente, referindo que “a raiva é uma doença praticamente extinta em Portugal, pelo que deveria estar previsto também o controlo de outras doenças, como a esgana e parvovirose”.

A deputada bloquista manifestou também preocupação com o funcionamento do CRO, apelando a uma “abertura do centro à comunidade”, criticando “o poder excessivo do médico veterinário na tomada das decisões importantes, como a administração de eutanásia aos animais e o controlo das comunidades de animais na rua”. Para a deputada, “é necessário envolver as comunidades informais, moradores e associações locais, que atualmente já prestam cuidados aos animais de rua, no destino e nos cuidados a prestar aos animais”.

O Bloco de Esquerda aproveitou o encontro para se mostrar solidário com os trabalhadores das cantinas, em greve neste segunda-feira, e com os trabalhadores texteis, em greve na próxima sexta-feira, apelando à participação na jornada de luta prevista para o Largo do Toural.

AnexoTamanho
Propostas de Alteração ao Projeto de Regulamento do CRO-Guimarães227.48 KB