Opinião

O essencial é não deixar que o próprio contra-fogo se descontrole e António Costa foi o bombeiro da crise que ameaçava o PS neste ciclo eleitoral.

Este fim-de-semana o país assistiu a um espetáculo de hipocrisia política, moldurada num cenário de reino da fantasia e representado por atores engalanados em pose de estadistas que brincam à seriedade onde a moral se oculta no véu da ficção, numa espécie de fábula ao jeito de caça ao “gambozino”.

não disponível