Share |

BE volta a questionar o Governo sobre ordenados no Hospital Privado de Guimarães.

Em março do corrente ano, o Bloco de Esquerda questionou o Governo sobre a existência de salários em atraso há cerca de nove meses, no Hospital Privado de Guimarães (HPG). A resposta do Governo, datada de 27 de abril de 2012, referia que naquela data não existiam dívidas do HPG para com as/os trabalhadoras/es mas que “os serviços da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) continuarão a acompanhar a situação da empresa em apreço com vista a garantir a observância dos direitos dos trabalhadores adotando, caso se justifique, os procedimentos inspetivos adequados”.

O Bloco de Esquerda tomou conhecimento de que o HPG continua a manter salários em atraso. Neste momento, muitas/os trabalhadoras/es não receberam o subsídio de férias e têm os salários de junho e julho em falta.

Por isso, o BE voltou a questionar o Governo sobre este assunto