Share |

BE exige intervenção da CM para ligação de habitação à rede de água e saneamento

Na passada sexta-feira, um munícipe solicitou a presença da Câmara Municipal de Guimarães e dos Grupos Parlamentares da Assembleia Municipal de Guimarães, na rua dos Três Barreios, na Freguesia de Serzedelo, para denunciar a falta de acesso à rede de água e saneamento numa habitação devidamente licenciada pela CMG.

No encontro, foi possível apurar que o munícipe se encontra privado de realizar as obras necessárias á ligação da habitação à rede pública de água e saneamento. Em causa, está o impedimento, por parte de uma vizinha, da realização dessas obras num terreno privado, classificado como Caminho Público, por ser o único acesso da habitação ao arruamento principal.

Apesar das sucessivas tentativas de efetuar a ligação, a Vimágua não avança com a obra de ligação sem a autorização da proprietária do terreno. O munícipe já pagou a instalação da caixa e por diversas vezes denunciou a situação à CMG, que remete o assunto para a empresa municipal, sem mais esclarecimentos. A verdade é que esta situação se arrasta há vários anos, sem a solução se apresentar para breve.

Atendendo à situação, o Bloco de Esquerda solicita que a CMG, através do Senhor Vereador para o Urbanismo, diligencie junto da partes no sentido das obras serem realizadas cm a maior brevidade possível.

De acordo com o deputado municipal, Joaquim Teixeira, “caso a situação não se encontre resolvida até á próxima sessão da Assembleia Municipal de Guimarães, o Bloco de Esquerda apresentará uma moção, que recomenda à CM a tomada de posse administrativa de parte do terreno em causa, para que a Vimágua possa realizar as obras de ligação”.

O Bloco de Esquerda entende ainda que todos e todas os munícipes devem ser tratados com igualdade e, por isso, devem ter o acesso a todos os serviços camarários de igual forma. É de destacar, também, os problemas ambientais que advêm da falta de ligação à rede de saneamento por parte daquela habitação.